taborda

Designer de atitude?

Na última terça, dia 11 de outubro, tive o prazer de participar de uma das melhores palestras em que já estive presente na minha vida. Tratava-se de Felipe Taborda, um dos principais designers da América Latina, selecionado para um livro como um dos 100 melhores designers gráficos do mundo no século XXI. A princípio, Taborda deveria abordar o uso do papel e sua importância na elaboração de um conceito, uma ideia, com função fundamental para todo designer. Mas ele foi além.

Não foi aquela coisa de mostrar o próprio trabalho e um projeto da qual se orgulha, como todo palestrante faz. Ele fez isso, claro, mas Taborda contou histórias e mostrou um mundo de conhecimento que vai além do próprio trabalho. E esse, penso eu, foi o ponto mais importante da noite. Ao invés de ficar horas discutindo assuntos que a maior parte dos presentes (designers, professores e estudantes) já estava cansada de ouvir, o palestrante da noite falou sobre vida, cultura e como isso altera a visão do profissional.

Mas a melhor parte foi quando Felipe citou Oscar Niemeyer, talvez um dos homens mais respeitados do Brasil. Com sua vasta obra em território nacional e internacional, um homem culto, inteligente e perseverante e, mesmo com seus 103 anos, lúcido, Niemeyer é definitivamente um homem de sucesso. No entanto, um homem simples. Pelo menos foi descreveu Felipe. E a frase mais marcante pra mim foi: “Niemeyer, que poderia ser um homem de atitude, não é”. Ou algo como isso.

Projeto Kabum!Mix, tubo de ônibus em Curitiba, dentista e Beatles na Abbey Road
Taborda falou sobre o Projeto Kabum!Mix, sobre os tubos de Curitiba, sobre dentistas e sobre os Beatles na Abbey Road

Taborda não estava criticando o arquiteto. Pelo contrário. O que o designer quis dizer, dentro de um contexto obviamente, é que muitas vezes temos a mania de querer colocar uma explicação linda e cheia de sentimentos em todas as coisas. Que muitas vezes nos preocupamos demais em ser designers mais preocupados com o significado revolucionário do que estamos fazendo, ao invés de fazer algo puramente belo, agradável aos olhos. Taborda criticou veementemente essa onda “rebelde” que tem surgido no design.

Eu não creio que ele estivesse criticando o marketing/design de guerrilha em nenhum momento. Não foi esse o enfoque que Taborda utilizou. Mas creio que ele estava muito mais pensando no quanto nos preocupamos em dar mais do que um aparência interessante e estimulante à algo. Por várias vezes, em suas diversas histórias, ele falou de fazer algo prático, simples, objetivo, que transmitisse facilmente uma informação, mais do que algo complexo, elaborado, cheio de significações.

O vídeo ilustra perfeitamente o que entendi do pensamento de Taborda. Observe o contraponto entre o pensamento do designer e o de alguns estudantes presentes no vídeo (que demonstram o pensamento comum à maior parte dos estudantes de design hoje).

É claro que todas essa coisas que estou afirmando aqui são a minha impressão, o meu entendimento do que Taborda disse na noite de terça. Mas é o conceito que eu gostaria que todos os futuros designers também tivessem: esse de que mais do que ter uma postura diferente, com um visual carregado de significados, o design deve transmitir uma ideia simples, fácil de ser entendida. Não os significados que muitas vezes extrapolam o desenho (me apropriando do sentido em espanhol da coisa) em si, e passam a estar presente no comportamento, moda, estilo, estética do próprio designer. Não um design que é feito pra outros designers, para parecer revolucionário, contemporâneo, legal, mas o design com conteúdo e informação relevantes.

Links para saber mais…

Sobre Felipe Taborda: http://www.felipetaborda.com.br/

Sobre o Projeto Kabum!Mix:
http://ppbrasil.wordpress.com/2010/02/24/projeto-kabum-mix/ e http://www.oifuturo.org.br/#/oi_kabum_mix/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s