40th Dove Awards: Comentários

Finalmente achei tempo pra comentar os resultados do esperadíssimo 40th Dove Awards. Como muitos já devem esperar, eu concordei bem pouco com os resultados, apesar de que isso não faz muita diferença, já que não concordo nem com a forma da premiação em si.

Aproveitando, deixa eu começar comentando a fórmula da coisa. Esse ano, pelo menos, os caras da GMA (Gospel Music Association) inovaram dando liberdade para os internautas votarem em duas categorias. Mas só. Das 368 (exagero hiperbólico notável aqui), somente duuas puderam ter participação de fora do círculo da GMA. Isso é se achar demais, não acham? Os caras bem que poderiam ser mais democráticos.

Pelo menos a festa em si é bacana. As premiações tem um reconhecimento legal por lá e faz bem pro ego da galera receber um Dove. Afinal, para os músicos cristãos, o Dove é o segundo prêmio em importância, perdendo apenas para o Grammy (que pra mim também não é lá essas coisas). Mas vamos ao que interessa então? Os comentários de cada categoria, individualmente, separadas, cada uma, parte a parte… Errr… Lá vai:

Artista do Ano (Artist of the Year)
Aqui, minha primeira falha. Apostei no Casting Crowns, crendo que eles levariam. Mas quem levou vou Steven Curtis Chapman. Tudo bem, nada demais o cara que já ganhou zilhões de Doves levar mais um.

Artista Revelação (New Artist of the Year)
Eu disse que Francesca Battistelli era favorita, mas apostei minhas fichas em Addison Road ou Tenth Avenue North. E deu Tenth Avenue North, justamente e totalmente inquestionável. Acho que as coisas começaram a melhorar para o meu lado… hehehe…

Canção do Ano (Song of the Year)
Apostei em Chris Tomlin e sua “Amazing Grace (My Chains Are Gone)”. Errei feio e o prêmio ficou com “Give Me Your Eyes”, a linda canção de Brandon Heath. Prêmio justo, porém, surpreendente.

Cantor do Ano (Male Vocalist of the Year)
Apesar de ter apostado em Jon Foreman, deixei bem claro que Brandon Heath vinha sendo bem comentado lá nos EUA e falei da possibilidade do novato levar. E levou. Justo, limpo e até que sou obrigado a concordar levando em conta o Dove.

Cantora do Ano (Female Vocalist of the Year)
Nas minhas próprias palavras:

“Sem dúvida nenhuma Natalie Grant é a queridinha da categoria. Mandisa, que confesso nunca ter escutado até procurar saber mais sobre ela, pode surpreender e levar o prêmio, mas quem é realmente a favorita é Francesca Battistelli”

E adivinha quem levou? A queridinha Natalie Grant. Sem comentários.

Grupo do Ano (Group of the Year)
E o prêmio vai para… Casting Crowns!! E quem era meu favorito? Casting Crowns… Junto com o Third Day, tá certo, mas falei dos caras… Com certeza!

Canção de rock do ano (Rock Recorded Song of the Year)
Como já era esperado, errei essa. Mas também, pudera. Ganhou uma canção lançada em 2006 de uma banda que já até lançou CD novo. E deixaram de premiar outra grande canção numa categoria esquisitíssima. Prêmio para “Lost”, do Red.

Rock/Contemporary Recorded Song of the Year
Como eu já havia dito que nada mais me surpreende, até mesmo a premiação do excelente NeedToBreathe com  “Washed By The Water” não é tão surpresa. Claro que nessa categoria, assim como na anterior, fica aqui minha reclamação da péssima divisão das categorias de rock do Dove.

Pop/Contemporary Recorded Song of the Year
Quem mesmo eu disse que levava? E não deu outra. Se “Give Me Yuur Eyes” surpreendeu como música do ano, aqui ela não surpreendeu e levou o prêmio merecido. Bom para o Brandon Heath que levou o terceiro Dove.

Inspirational Recorded Song of the Year
Nunca entendi o que significa “inspirational” e porque essa categoria é separada das demais no Dove. Mas acertei que o Michael W. Smith levaria o prêmio com “A New Hallelujah”.

Worship Song
Adivinha quem levou? “Mighty To Save” que apareceu bastante por lá esse último ano e volta a atacar em álbuns lançados já em 2009 ficou com o Dove, como eu imaginava.

Rock Album of the Year
Essa eu sinceramente não entendi. Tudo bem que eram todos bons álbuns, mas DecembeRadio levar a melhor sobre o ótimo Comatose Comes Alive do Skillet foi inexplicável. Prêmio para Satisfied.

Rock/Contemporary Album of the Year
Só tinha fera concorrendo nessa. Todos os álbuns eram excelentes e apostar um favorito era complicado. Mas eu apostei em Unbreakable do Fireflight e quem levou foi o The Afters, com Never Going Back To OK. Era minha segunda opção nas predições, mas não achei de fato que eles levariam.

Pop/Contemporary Album of the Year
Protestei contra a indicação do Third Day nessa categoria. Pra mim, não tem nada a ver com os caras. E pra piorar, eles levaram o prêmio. Revelations, um álbum de rock, é o melhor de pop pra galera da GMA!

Spanish Language Album of the Year
Nessa aqui me calaram a boca. Em quem eu menos apostava, quem eu menos levei fé, ficou com o prêmio. Não achei que o Seventh Day Slumber fosse faturar com Rescátame mas os caras estão em alta por lá e ficaram com o Dove.

Christmas Album of the Year
Sem surpresas por aqui também. Casting Crowns e seu Peace On Earth levam o prêmio. Justo, como eu havia dito.

Praise & Worship Album of the Year
Não havia discussão. Eu disse queo cara levaria e até imaginei que ele pudesse levar outros prêmios, mas a galera da GMA achou por bem presentear o Chris Tomlin só com um Dove esse ano. O detalhe é que Hello Love é mais do que um bom álbum de “praise & worship”. Para mim, foi um dos melhores álbuns do ano e deveria, de fato, ter levado algo mais. Mas nessa categoria, foi merecido. Vale só ressaltar aqui meu total desagrado com a idicação de Leeland e seu ótimo Opposite Way nessa categoria, totalmente fora de questão.

Recorded Music Packaging of the Year
Só de curiosidade, alguém viu algum dos encartes que concorriam? Eu não vi por isso não opinei. Mas se o Third Day levo com o Revelation, deve ter ficado bacana. Como eu geralmente compro os CDs do Third Day, devo conferir isso em breve!

Long Form Music Video of the Year
Já era mais do que esperada a premiação de tobyMac nessa categoria. Ainda mais depois do excelente trabalho do cara em Alive & Transported. O show é impecável, com a presença sempre marcante de Toby e sua foz inconfundível. Sem contar que a produção do cara é digna de qualquer grande show por aí.

5 opiniões sobre “40th Dove Awards: Comentários”

  1. Queria que o Skillet fosse premiado, mas fazer o quê, né?
    Essa premiação deveria contar mais com o nosso voto, pois também temos competência para opnar a respeito daquilo que ouvimos! [¬¬]
    Ah a capa do cd do Third Day é essa:

    Ps.: Demorei pra passar aqui, pois ando muito sem tempo =x Isso vale tb pro e-mail que te prometi, um dia ele chega ^^

    ;*

  2. Debby, a premiação não é com relação à capa… Mas ao encarte completo!! A capa eu já havia visto!! A capa seria algo como “cover”… A premiação é do “packaging”!! ^^

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s