Review: Falling Up – Fangs!

Ao contrário do prometido, Fangs! é de longe o álbum mais viajado e pobre do Falling Up. Durante a produção do CD lançado no último mês, muito foi dito sobre como ele seria e as promessas eram de um álbum pesado e ousado. Ousado realmente ele é, mas nem de longe é um álbum pesado, comparado aos anteriores da banda.

Capa de Fangs!, novo álbum da banda
Capa de Fangs!, novo álbum da banda

Já dava pra sentir de uns tempos pra cá que o Falling havia se perdido. Depois dos dois primeiros álbuns, Crashings e Dawn Escapes, a banda se tornou uma das principais da BEC Records (que também tem no catálogo o som de Jeremy Camp e Kutless, entre outros). Os dois álbuns, lançados respectivamente em 2004 e 2005 tiveram excelente aceitação e fizeram a fama da banda, mas eram álbuns bem diferentes do que se viu em seguida.

Mudando bastante o foco, em 2006 o Falling Up lançou Exit Lights, um álbum com sucessos da banda remixados e misturados a muita coisa eletrônica. Já dava pra sentir que a intenção de Jessy C. Ribordy  e companhia era mudar um pouco as coisas. Exit Lights também trazia algumas canções novas, já com muito mais sintetizadores e mixagens que levavam um pouco mais de tecnologia.

Em 2007 o Falling reapareceu com um álbum totalmente novo e diferente. Captiva estava repleto de misturas, mas ainda mantinha um pouco da característica principal da banda, que havia surgido como um grupo de nu metal, com boas pegadas de alternative e modern rock. Mas Captiva já era bem mais eletrônico que seus antecessores. Em 2008 o Falling Up lança Discover the Trees Again, uma compilação de suas melhores canções dos quatro álbuns anteriores.

Os caras do Falling Up
Os caras do Falling Up

Finalmente chega Fangs!, talvez um dos mais aguardados álbuns da banda. O álbum ganhou status de sucesso antes mesmo de chegar à prateleiras, tamanha a ansiedade dos fãs. Eu mesmo fui um dos que esperaram demais do álbum devido aos rumores que o antecederam. Enquanto os caras do Falling falavam em fazer um álbum pesado, o que os fãs mais esperavam era uma volta ao som dos dois primeiros álbuns. Mas, para a surpresa de todos, o álbum não era nem metade do prometido.

Com muito uso de sacadas eletrônicas, mas com letras demasiadamente filosóficas, muita mistura de sons e pouco, muito pouco de um peso de verdade, Fangs! ficou um álbum morno. Não que seja ruim, pois dificilmente o Falling Up faria algo realmente ruim. Mas Fangs! fica devendo a tudo o que a banda já produziu e, principalmente, ao que prometeu para esse álbum.

Fica evidente o amadurecimento da banda em termos de composição, de sonoridade e etc. O quarteto (a banda atualmente conta com apenas quatro integrantes, diferente dos seis do começo) mostra que realmente investiu na produção do álbum. Em questão de produção o álbum é impecável. Boa sonoridade, boas levadas, bons riffs. Mas o conjunto se perde nas tentativas ousadas demais. Também é notável que a criatividade da banda chegou no limite e que muita coisa se parece com outra.

Uma das coisas que sempre apreciei e achei interessante no som do Falling Up era que as músicas se encaixavam. A continuidade do CD, a mudança de uma faixa para outra parecia sempre ser extremamente trabalhada. E, ainda mais surpreendente, um álbum parecia continuação do anterior. Eu não conseguia ouvir Crashings sem ouvir Dawn Escapes em seguida. Mas em Fangs! essa característica que antes interessante, ficou chata. As músicas parecem não ter fim e se encaixam sem que você saiba quando é uma ou outra. Os 46 minutos do álbum custam a passar. Além de ser difícil não notar o quanto algumas coisas se repetem. Mesmo idéias de álbuns anteriores foram aproveitadas.

Por fim, o Falling Up parece ter errado a mão nesse álbum. Ele não é todo ruim, mas peca por ser aquém do que a banda pode fazer e por decepcionar tanto após a tremenda expectativa criada sobre ele. Espero que Jessy saia dessa fase filosófica demais, que é um caminho complicado de se tomar e que o Falling volte ao som dos bons tempos de quando os garotos começaram.

Nota: 6/10

6 opiniões sobre “Review: Falling Up – Fangs!”

  1. Pô Curancha… eu ñ entendo nada desses trem que vc escreve :/
    Nunca ouvi falar de nada disso aí oO

    Vou comentar: “legal o blog, visita o meu?”

    1. Pô cara… Eu falo de música, uai… huehauheuhae!! oO
      O detahe é que pre entender vc tem que escutar… Eu acho…

  2. Alexandreeeeeeeeeeeeeeeeee, ouça o cd que vc vai entender o que o Andy tá falando =p
    AEhuaehau!
    E visita o meu blog também! :P
    Onde cê catou o álbum, Andy?

    ;*

    1. É… Ouça… Mas num ouça esse aí não que não serve de base… Se for pra pegar alguma coisa do Falling Up, pega o Crashings ou o Dawn Escapes que são os melhores!! ^^

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s