Favoritismo é para amadores…

Eu já havia dito aqui que ia falar muito sobre tudo… É claro que eu não vou deixar passar a oportunidade de falar de algo que todo o Brasil estava acompanhando nesse último domingo. Não, não estou falando do jogo de vôlei da seleção brasileira masculina campeã mundial pela sétima vez. Afinal, eles eram favoritos, certo? Nem vou falar das meninas do handball no Pan que, tanto quanto, já eram consideradas vencedoras antes mesmo de entrar em quadra. Vou falar de outros favoritos. Não brasileiros. Nem sequer americanos. Nem mesmo vou falar do Pan. Vou falar dos argentinos. Certo, não muito deles. Mas de algo relacionado a eles.

A mídia o massacrou. Disse que ele se preocupava mais com a vestimenta do que com as táticas em campo. Mas Dunga mostrou que não é só um ex-jogador famoso, com espírito de liderança. Ao fazer um nó tático nos argentinos e não permitir o jogo dos hermanos na final da Copa América, o técnico brasileiro se fez entendido e assegurou seu cargo no comando da seleção. Havia muita gente torcendo contra. Talvez até mesmo alguns de vocês que estão aqui lendo agora. Mas era fácil desacreditar uma seleção que não podia contar com seus maiores craques, que passa por uma tremenda reformulação e que parecia não ser capaz de vencer ninguém. Quando essa seleção perdeu para o México na primeira rodada, fomos unânimes em dizer que estava tudo errado. Ninguém lembrou na hora que a seleção mexicana era a recém campeã da Copa Ouro (torneio de seleções da Concacaf) e que era um time que jogara junto por semanas seguidas. A seleção brasileira estava desentrosada, cansada e não havia se encontrado. E quando o Chile virou saco de pancadas, era sorte. O time deles era fraco (mais que o nosso, segundo alguns). Ninguém deu valor às atuações de Maicon e Júlio Baptista. O Uruguai então, nem se fala. Quase tirou o Brasil e demos sorte de o Doni ter relado o pé na bola sem querer na primeira cobrança que defendeu. Todas as outras defesas que o goleiro fez nas demais partidas, ou na Roma durante toda a temporada, foram importantes. Ninguém lembrou que a Roma foi segunda colocada da Serie A italiana e que o goleiro foi tremendamente responsável por isso ao lado de outros brasileiros como Mancine e Rodrigo Taddei (pra mim, injustamente deixados de fora da seleção). E estávamos na final. A Argentina estava com seu time completo à disposição. Os melhores jogadores. Uma campanha incrível na competição. Favorita! Ou não?

Vou ser sincero. Não vi todo o jogo. Eu tinha um outro compromisso, mas vi partes do primeiro tempo e alguns lances mais tarde na TV. E posso dizer com toda certeza: eles amarelaram! Foi só olhar para a camisa canarinho que o sangue dos argentinos gelou. Afinal, nas últimas vezes que nos encontramos, só deu Brasil. E outra, das 4 últimas edições da Copa América, vencemos 3! Não importava quem estava em campo por cada equipe. Se eram os astros dos grandes clubes, se eram os jogadores considerados “B”… Era um Brasil x Argentina e não existia favoritismo. O resultado eu não preciso comentar. Você deve ter visto na Internet, nos jornais, na TV… O importante é que caiu por terra qualquer argumento de qualquer “crítico futebolístico” que criticou a seleção todo esse tempo. Que fez chacota com Dunga e seus jogadores “alternativos”. Que quis chutar o cachorro enquanto estava no chão. Agora quero ver falar dessa seleção campeã. Com erros, sim. Não é uma equipe perfeita. Mas que vai dar trabalho quando estiver com sua força máxima.

Dale Dunga! Dale Doni! Dale Maicon! Dale Júlio Baptista! Dale Daniel Alves! Dale Robinho! Sim, Robinho, que soube deixar o estrelismo de lado, chamar a marcação pra si e deixar livres seus companheiros para jogarem o que sabem, sem aparecer demais, marcando gols na hora certa, dando oportunidades na hora certa e contribuindo para que esse time entre no rol dos campeões da Copa América. Com muito orgulho! E em cima da Argentina! Afinal, favoritismo é para amadores.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s